NOTÍCIAS

26/11/2019 Notícias, arquivo de notícias

Em Sessão Ordinária, vereadores pedem atenção à ciclovia e aos anseios da população

Infraestrutura, cultura e transparência marcaram os debates em Tribuna na Câmara Municipal de São José nesta segunda-feira, 25. Na Sessão Ordinária que abriu a semana, os parlamentares citaram ciclovias, gastos com publicidade e as oficinas do Teatro Adolpho Mello. 

 

As falas foram iniciadas com a vereadora Cristina de Sousa (PRB) que apresentou relatos de ciclistas que trafegam pela rua Delamar da Silva, no Kobrasol. "Tem uma curva nessa ciclovia e além disso, ela fica antes das vagas de estacionamento dos carros. Os ciclistas me relataram medo e por isso essa situação precisa ser revista neste trecho que vai ao túnel do Roçado. É um perigo iminente", ressaltou.

 

Outra reivindicação partiu do vereador André Guesser (PDT) ao salientar queixa feita por moradora da rua Brigadeiro da Silva Paes sobre boeiro aberto há seis meses. Segundo e-mail enviado ao parlamentar, ela pediu a manutenção ao Executivo que, até o momento, apenas colocou um tapume sobre o boeiro. "Se a prefeitura tivesse uma comunicação direta com o contribuinte, o vereador não precisaria vir aqui fazer indicações, nem a população vir mendigar pro vereador fazer o pedido para a prefeitura. Ela pediu para a prefeitura há seis e o boeiro está lá", destacou.

 

Já o vereador Sanderson de Jesus (MDB) questionou requerimento acerca de gastos com publicidade por parte do Executivo, sugerindo consulta ao Portal da Transparência ou à Secretaria de Comunicação como passos a serem adotados.

 

Por fim, o vereador Caê Martins (PSD) elogiou a Fundação Municipal de Cultura e Turismo pelos oito espetáculos das oficinas de teatro que movimentaram a cidade. "Nessas últimas oito semanas, foram mais de seis mil pessoas a apreciar as oficinas do teatro Adolpho Mello. Essa é uma política pública que já existe em São José há mais de 20 anos", ressaltou.

 

A próxima Sessão Ordinária ocorre na quarta-feira, 27, a partir das 16h.