NOTÍCIAS

14/03/2018 Notícias, arquivo de notícias

Mais Bolsa Atleta é aprovada por vereadores de São José

 

De forma unânime, a Câmara Municipal de São José aprovou na Sessão Ordinária desta segunda-feira, 12/03, alterações no programa Bolsa Atleta. Com o PL nº 005/2018 mais atletas poderão ser beneficiados. Em 2017, São José obteve recorde de medalhas nos Jasc e conquistou o quinto lugar geral. A matéria, que beneficia e incetiva os atletas da cidade, teve total apoio da Casa.

 

"Foi o melhor resultado já alcançado por nossos atletas. Números que representam o trabalho de todos: técnicos, atletas e gestores. A Fundação Municipal de Esportes e Lazer já previa um aumento no número de bolsas em 10% a cada ano, mas os números de 2018 vão além, para nossa felicidade. A matéria trata unica e exclusivamente da retirada desse redutor", explicou o vereador Orvino Coelho de Ávila (PSD) ao referir ao artigo 14 da Lei nº 5331/2013.

 

Em 2017, foram concedidas 79 bolsas num investimento total de R$ 583.575,65. Neste ano, o orçamento da pasta prevê R$ 618.000,00. De acordo com a Lei nº 5331/2013, cada atleta, paratleta ou atleta-guia recebe um valor referente às colocações em competições oficiais, sendo o máximo de seis URM's (Unidade de Referência Municipal) para os campeões e o mínimo de 1,5 URM's para os terceiros colocados.

 

A necessidade de ampliar o número de bolsas já havia sido anunciado pela Prefeita Adeliana Dal Pont durante assinatura dos convênios com as entidades esportivas. Na oportunidade, a prefeita pediu a colaboração do presidente da Câmara, vereador Orvino Coelho de Ávila, para a discussão da matéria em virtude do calendário de competições de 2018.

 

Durante a votação no legislativo, os atletas do Time São José, bem como pelo Superintendente da Fundação Municipal de Esportes e Lazer, João David Garcia, estiveram na Casa acompanhando os trabalhos. Durante as discussões, os vereadores Sanderson de Jesus (PMDB) e Moacir da Silva (PSD) também destacaram a importância do projeto.

 

"Se o governo está revogando este dispositivo da lei é porque quer investir mais. O governo está com vontade de investir na educação e esporte, proporcionando menos despesas com saúde, com assistência social e mais atenção com quem mais precisa.", frisou o vereador Sanderson, sendo acompanhado pelos vereadores Ruanito da Silva (PMDB) e Edilson Vieira (PSDB).

 

Da mesma forma, o vereador Moacir da Silva justificou seu voto favorável ao PL em razão do exemplo transmitido e a auto-estima da cidade. "Quando a gente participa de uma competição no âmbito estadual é extremamente prazeroso ouvir que São José está disputando a liderança, bateu recordes. Isso é muito interessante para todos. E essa questão da imagem da cidade faz um processo interessantíssimo na cabeça das crianças e jovens, pois o fato deles quererem algo também possibilita quebrar barreiras e fazer diferente". 

 

O projeto ainda volta para segunda discussão em Plenário e caso seja aprovado novamente, segue para sanção do Executivo.